quinta-feira, 7 de maio de 2015

Começam as eleições parlamentares britânicas


Partidos Conservador e Trabalhista estão tecnicamente empatados.
Primeiro-ministro David Cameron tenta se manter no posto.

Do G1, em São Paulo

eleições Reino Unido David Cameron premiê vota (Foto: AP)David Cameron vota no Reino Unido (Foto: AP)
Os locais de votação abriram as portas nesta quinta-feira (7) nno Reino Unido para as eleições que definirão o próximo primeiro-ministro e que já estão entre as mais disputadas da história. As zonas eleitorais abriram às 7h (3h de Brasília) e a votação prosseguirá até 22h (18h de Brasília). Quase 45 milhões de eleitores estão registrados, mas o voto não é obrigatório.
 "Estas eleições me recordam o que Winston Churchill pensava da Rússia: uma charada envolvida em um mistério dentro de um enigma", resumiu Bernard Ingham, que foi diretor de comunicação de Margaret Thatcher.
Segundo as últimas pesquisas, o Partido Conservador e o Partido Trabalhista estão tecnicamente empatados na briga pelo domínio do Parlamento, com 34% da preferência do eleitorado. O Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), de Nigel Farage, teriam 12%, e os liberais-democratas, do atual vice-primeiro-ministro, Nick Clegg, alcançariam 10%.
O pleito vai decidir entre a permanência do atual primeiro-ministro, David Cameron, no cargo ou pela escolha de um novo premiê. Do lado trabalhista, Ed Miliband é a aposta para o cargo.
Segundo as pesquisas, conservadores e trabalhistas não conseguirão as cadeiras necessárias para governar sozinhos e terão que negociar coalizões e alianças com partidos menores.
Ao final de votação será divulgada uma pesquisa de boca de urna, mas o resultado oficial definitivo só deve ser conhecido por volta de meio-dia de sexta-feira.
Os candidatos votaram cedo: Cameron em Witney, no condado de Oxfordshire, sul da Inglaterra; Miliband em Sutton, em North Yorkshire, norte da Inglaterra, e Clegg em Sheffield Hallam, também na região norte.
Estão em jogo as 650 cadeiras do Parlamento britânico, disputadas pelo sistema de voto distrital (vencem os candidatos com mais votos em cada um dos 650 distritos). O Reino Unido tem um sistema de maioria simples no qual, em cada uma das circunscrições, o candidato que consegue a maioria dos votos é eleito, enquanto os outros são descartados.
Também acontecem eleições municipais em grande parte da Inglaterra, mas não em Londres.
eleições Reino Unido Ed Miliband vota (Foto: AP)Ed Miliband vota (Foto: AP)