sábado, 13 de junho de 2015

Suspeitos disparam contra sede da polícia de Dallas, nos EUA


Um foi perseguido em van blindada e negociava rendição com a polícia.
Ninguém ficou ferido no ataque; explosivos foram encontrados.

Do G1, em São Paulo

Policiais bloqueiam rodovia durante perseguição a homem em van que atacou sede da polícia de Dallas neste sábado (13) (Foto: Brandon Wade/AP)Policiais bloqueiam rodovia durante perseguição a homem em van que atacou sede da polícia de Dallas neste sábado (13) (Foto: Brandon Wade/AP)
Tiros foram disparados neste sábado (13) contra a sede da polícia de Dallas, no Texas, Estados Unidos, e explosivos foram encontrados do lado de fora do prédio, informaram as autoridades locais. Ninguém ficou ferido no ataque, segundo a Reuters.
O chefe da polícia da cidade, David Brown, disse que testemunhas viram ao menos quatro suspeitos envolvidos no incidente. Alguns deles estavam em uma van blindada, de onde fizeram os disparos.
A van foi perseguida pela polícia, e um dos suspeitos, que se identificou como James Boulware, acabou parando em um estacionamento no sul da cidade. Ele foi atingido por disparos de atiradores de elite horas depois. Não se sabe se ele foi ferido ou morto.
"Os atiradores dispararam contra o suspeito através do para-brisa do veículo, atingindo o suspeito", disse Brown durante coletiva de imprensa. Ele descartou a possibilidade de se tratar de um atentado terrorista.
"Neste momento não averiguamos nenhuma relação entre terrorismo e este indivíduo", afirmou, acrescentando que seus serviços trabalham em estreita colaboração com o FBI.
Um robô manipulado por técnicos inspecionava o veículo para averiguar se o suspeito está ferido ou morto e garantir que não há explosivos em seu interior.
A polícia estima se tratar de um agressor solitário, embora algumas testemunhas tenham mencionado até quatro pessoas envolvidas no ataque.
"O que acreditamos é que o suspeito disparou de vários locais diferentes contra o quartel-general, e que as testemunhas viram o mesmo suspeito de vários ângulos", declarou o chefe da polícia.
Bombas caseiras foram encontradas em bolsas "na frente e ao lado da sede da polícia", segundo a polícia.
No Twitter, o departamento de polícia indicou que uma das bolsas "explodiu sozinha" quando um robô anti-explosivos tentou retirá-la e que um outro explosivo foi encontrado em um veículo policial e detonado.