sábado, 13 de junho de 2015

Presidente do Irã diz que negociações nucleares podem ultrapassar prazo


Potências e Irã acertaram dia 30 de junho como prazo final.
Rohani disse que 'diplomacia arriscada' pode atrasar acordo.

Da Reuters

O presidente do Irã, Hassan Rohani, durante a Jornada Nacional da Tecnologia Nuclear nesta quinta-feira (9) (Foto: Vahid Salemi/AP)O presidente do Irã, Hassan Rohani (Foto: Vahid
Salemi/AP)
O presidente do IrãHassan Rohani, disse neste sábado (13) que as negociações nucleares do Irã com potencias mundiais podem ultrapassar o prazo final estipulado, no dia 30 de junho, caso os envolvidos levantem novas questões durante as conversas.
  •  

“Se os outros lados fiquem na estrutura que foi estabelecida e não tragam novas questões, eu acredito que a questão nuclear pode ser resolvida e possamos alcançar um acordo”, disse Rohani em uma conferência televisionada.
“Mas se eles quiserem tomar o caminho de uma diplomacia arriscada, as negociações podem levar mais tempo”.
Mais cedo, Rohani já havia dito que não iria colocar segredos de Estado em risco nas negociações nucleares do país, em mais uma manifestação de reserva sobre inspeções defendidas por potências mundiais.
"O Irã absolutamente não vai permitir que os seus segredos nacionais caiam nas mãos de estrangeiros através de protocolo adicional ou quaisquer outros meios", disse em entrevista coletiva, referindo-se a um mecanismo que permitiria inspeções mais intrusivas de plantas iranianas.
Em abril deste ano, o grupo 5+1, integrado pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, China, França) e a Alemanha, concordaram com o Irã que a capacidade nuclear deste país será limitada. A comunidade internacional quer frear o programa nuclear iraniano e controlar de perto para garantir que Teerã não fabricará armas nucleares e bomba atômica. O impasse entre o Irã e o Ocidente acerca do tema já dura quase 12 anos.