sábado, 13 de junho de 2015

Petrobras recebe US$ 1,5 bilhão do Banco de Desenvolvimento da China


Banco chinês vai emprestar US$ 5 bilhões para a estatal até 2016.
Espera-se que recurso traga alívio para a petroleira, afetada por escândalo.

Do G1, em São Paulo


Petrobras informou que recebeu nesta sexta-feira (12) os recursos do financiamento assinado em 20 de maio de 2015 com o Banco de Desenvolvimento da China (CDB), no valor de US$ 1,5 bilhão.
Conforme divulgado pela companhia em 20 de maio, com o recebimento desses recursos, o valor total contratado junto ao CDB ao longo de 2015 totaliza US$ 5 bilhões. O financiamento faz parte do acordo de cooperação assinado entre a Petrobras e o CDB para os anos de 2015 e 2016.
Espera-se que os recursos tragam algum alívio para empresa, que agora tem mais dificuldades de captar recursos por conta da crise decorrente do escândalo de corrupçãoinvestigado pela operação Lava Jato.
Com limites para realizar captações no mercado de dívida, a Petrobras disse anteriormente que estudava "outras possibilidades de financiamento e incremento de fluxo de caixa", até para fazer frente aos pesados investimentos projetados.
Em fevereiro, a agência de classificação de risco Moody's rebaixou todas as notas de crédito da petroleira, que perdeu o grau de investimento – aplicações consideradas seguras para os investidores. Com a decisão, fica mais dificil para a empresa captar recursos no mercado.
Nesta sexta, as ações da Petrobras tiveram um dia volátil na bolsa brasileira, com as preferenciais terminando em queda de 0,23%, enquanto as ordinárias subiram 0,21%.